Friday, November 21, 2014

O culto aos ‘especialistas em China’

Big Shout-out to the Instituto João Goulart, Rio de Janeiro!
"A maioria dos ‘especialistas em China’ são preconceituosos até a última fibra. Toleram todas as cores de pele, desde que ocidentalizadas e falantes de inglês, mas manifestam o mais total desprezo por termos em outras línguas, conceitos, terminologia (a isso se chama “imperialismo linguístico”). E são quem decide quem – chinês ou não chinês – é elogiado e repetido e quem será difamado, com suas opiniões – o que é ainda mais grave – varridas para sempre de qualquer matéria ou coluna sobre a China. A corrupção pessoal desses ‘jornalistas’ e ‘especialistas’ é cuidadosamente apagada dos registros. 

Pergunte a você mesmo: quando você encontrou alguma matéria, coluna, ensaio, o que for, assinado por analista chinês não ‘dissidente’, publicado em qualquer dos jornais e noticiosos e telejornais redigidos no idioma de seu país [no nosso caso: em língua portuguesa]? Nem precisa pensar muito: você jamais leu, nunca. O cerco orwelliano é total, apertado, absoluto. Sobre a China, não se lê no ocidente absolutamente nada que preste. Nada. Zero." [...]

http://www.institutojoaogoulart.org.br/noticia.php?id=12406
http://www.atimes.com/atimes/China/CHIN-01-231014.html